O poder do conteúdo centrado na Persona

Clientes humanos significam que você deve escrever conteúdo voltado para humanos, não para algoritmos

Crie conteúdos para sua persona e conquiste clientes e algorítimos do Google. Mas é mais fácil do que você poderia esperar. Seguindo os princípios do conteúdo centrado a persona, você pode criar conteúdo interessante que que pode aumentar sua relevância em mecanismos de busca, ao mesmo tempo, fala de maneira clara e direta a um público de pessoas reais.

Lembre-se de quem é seu público

A regra mais importante para quase qualquer forma de comunicação é conhecer o seu público. Seu produto em si já deve ter lhe dado uma idéia do seu público em geral, mas é bom ter um entendimento que vai além disso.

O conhecimento robusto do seu público alvo tornará mais fácil a conversão de vendas. Essa é apenas uma experiência de marketing antiquada - a arte de demonstrar por que os recursos específicos de seu produto correspondem às necessidades específicas do cliente.

Mesmo em um espaço on-line semiface, é importante lembrar que há uma pessoa real com seus próprios interesses, necessidades e desejos exclusivos por trás desse computador ou smartphone. Quão bem você aborda esses interesses, necessidades e desejos pode fazer ou quebrar seu negócio de e-commerce.

Passe algum tempo sério com os dados

Conteúdo centrado no ser humano não significa jogar dados fora da porta. Muito pelo contrário, na verdade. Os dados podem dizer muito sobre quem você está falando.

Se você ainda não aproveitou o Google Analytics , é hora de começar. Este pacote poderoso e gratuito de ferramentas é integrado ao Google, por isso não há boas razões para não usá-lo. Ele pode fornecer excelentes insights úteis, como quais termos de pesquisa as pessoas estão usando para encontrar seu site e para onde estão chegando. Entrar nos detalhes granulares desses pontos de dados pode dar uma ideia muito melhor do seu público do que simples números brutos.

Depois que você entender melhor seus padrões de tráfego, poderá começar a decidir onde alocar recursos. Uma boa maneira de começar é otimizar as páginas que os visitantes acessam com frequência nos mecanismos de pesquisa e garantir que seja fácil acessá-las do resto do site. Ao fazer isso, lembre-se de otimizar para um framework mobile-first e, como prática recomendada, teste de divisão de cada elemento lançando uma nova versão a cada duas ou quatro semanas para que você possa ajustar a landing page e melhorar sua taxa de conversão.

Olhe para palavras-chave de cauda longa

Algumas das palavras-chave que podem realmente ajudar o seu site de comércio eletrônico podem não ser imediatamente óbvias. As palavras-chave de cauda longa são apenas um desses grupos e são particularmente úteis porque oferecem oportunidades mais segmentadas para leads e conversões.

A palavra-chave "comida de gato", por exemplo, tem uma grande variedade de variações de cauda longa. "Comida de gato sem grãos", "fórmula de gato para gatos" e "comida de gato para gatinhos" têm maior probabilidade de resultar em uma conversão, porque esses consumidores estão em uma etapa posterior de sua jornada e têm uma ideia melhor do que eles querem.

Se esses compradores estiverem acessando seu site, você terá uma boa chance de converter uma venda se tiver o produto que deseja comprar. O ponto mais importante é que as marcas de comércio eletrônico precisam garantir que seus links sejam relevantes para os consumidores e que contenham as palavras-chave corretas com maior probabilidade de segmentar consumidores na fase de compra, e não apenas na fase de pesquisa do produto.

Dê ao seu público algo novo, útil e / ou interessante

Seu conteúdo será muito mais forte se tiver um uso definível para o cliente. Um post de blog que exalta as virtudes de seu produto pode ser ótimo, mas e uma postagem que ofereça ao seu público algumas aplicações incomuns para o produto também? Tente oferecer aos compradores:

  • Guias de instruções
  • Comparações de várias opções de produtos
  • Entrevistas com pessoas interessantes na empresa
  • Explicações dos principais conceitos do seu setor
  • Notícias da indústria

Fornecer conteúdo útil e interessante como esse é fundamental para criar o que o algoritmo do Google considere conteúdo de alta qualidade . Ele também pode fornecer benefícios, como uma taxa de rejeição mais baixa (a taxa na qual os visitantes deixam o site depois de visualizar apenas uma página), se seu conteúdo for mais útil e mais relevante.

Em caso de dúvida, concentre-se no funil

A qualquer momento que você não tiver certeza de qual direção tomar seu conteúdo, lembre-se de perguntar qual é o objetivo de vendas dessa peça em particular. Ele deve abordar os clientes em um ou mais estágios do funil de vendas ou no caminho a ser comprado.

Se você está segmentando clientes no estágio inicial de conhecimento, por exemplo, você pode se concentrar em conteúdo que explica conceitos relevantes para ajudar clientes em potencial a entender melhor suas decisões. Mas se você está segmentando clientes que já atingiram o estágio de decisão, você pode se concentrar no que seu produto tem que os concorrentes não têm. Observar seu conteúdo nessa estrutura pode ser útil para determinar como você deseja que uma peça seja executada.

Alcance em várias plataformas

Parte da estratégia de conteúdo centrada no ser humano é a prática de abordar a pessoa como um todo. Uma pesquisa no Google é apenas uma pequena parte da vida diária de uma pessoa. Criar um momento é mais fácil quando você fala com seu público em várias plataformas, permitindo que ele veja e interaja com a sua marca de uma forma natural.

Todos os canais a seguir oferecem oportunidades substanciais para se conectar com seu público no espaço digital:

  • No seu Blog
  • Mídia social (Facebook, Twitter, Instagram)
  • O email
  • Sites de comércio eletrônico, como o Amazon
  • Conteúdo de Vídeo

 

Cabe a você descobrir quais formas de interação são mais naturais para você e para os compradores. Uma maneira de saber é ver quais plataformas seus clientes usam para buscá-lo e depois encontrá-las lá. Contratar um especialista pode ser uma medida inteligente para ajudá-lo a coordenar suas estratégias entre vários canais. 

Conclusão

Por mais que SEO possa parecer um jogo jogado por, entre software e algoritmos, lembrar o elemento humano é fundamental. O Google está ficando cada vez mais inteligente, por isso pode dizer se você está tentando muito fazer com que o seu site seja amigável ou se você é realmente voltado para o usuário final. Conheça seus clientes e atenda a eles criando conteúdo cativante para todos os seus espaços digitais.

<